sábado, 2 de julho de 2011

Elefante. (Tradução livre de "Elephant" - Damien Rice)

Isso precisa morrer
precisa parar.
Isso precisa cair,
com outra pessoa em cima de tudo.

Você pode me manter colado,
é mais fácil de me provocar.
Mas você desenha um elefante
tão bem quanto ela consegue desenhar.

E talvez ela chore como um bebê.
E ela talvez me leve à loucura,
porque, ultimamente, eu ando tão sozinho.

Então por que você tem que mentir?
É como se eu fosse suas muletas.
O travesseiro com fronhas
é bem mais fácil de encostar.

E quando você pensa que pecou
você se ajoelha?
Senta junto ao teu retrato?
Ainda esquece o vento leve?

E ela talvez se levante, se eu te botar de lado.
E daí ela pode, experta, se fincar no chão.
Porque, esses dias, eu ando muito tarado,
mas, então, porque ela iria me querer assim?

Qual é o motivo da canção? Ou mesmo desse cantar?
Se você já se foi, porque eu ainda te tenho comigo?
Eu poderia muito bem jogar tudo fora, e viver sem ela,
poderia fazer tudo isso por você.
Eu até seria forte.

ENTÃO ME DIGA SE VOCÊ QUER QUE EU MINTA,
PORQUE ISSO PRECISA MORRER.

Precisa parar.
Isso tem que cair e cair,
com outra pessoa no topo de tudo.

Ambas conseguem me manter colado.
Porque assim é bem mais fácil de me provocar.
Mas nenhuma consegue me fazer feliz
tão bem quanto eu mesmo consigo.

Bem, isso é tudo mentira.
E você sabe.

3 comentários:

Mariana Ferreira disse...

Ai léo um desses a essa hora da manhã!?!
acaba comigo.....

enD disse...

LINDO, Léo... arrepia, pqp.


beijo!

Gustavo Pavan disse...

ficou foda mesmo Léo. abraço