sábado, 13 de fevereiro de 2010

só pra lembrar

que daqui eu não espero mais nada.
que lá é o que me leva ainda, e quem é pra entender entende.
se minha ansiedade foi maior que a expectativa, agora eu tenho alguém pra me confortar e pensar que não importam os números, importam as palavras.
ah, toda essa importância. eu agradeço e me sinto humilde quanto a tudo que veio. que de mais forte aqui dentro são todos os afetos, longes mas não vãos.
me sinto sério, com cara de meio-dia. mas no buraco incolor do entendimento, resta a cor da pele.
com marcas de camiseta ao sol (que juro que não existem ou relevam) e me levam ao pensamento quente e ardente: se existe o ser repleto de mim, esse ser é repleto de ti.
e, numa declaração mais intensa, digo "o amor é o mais triunfante dos sentimentos, pois não espera resposta ou resultado, apenas é singelo e existe aos mais molhados lençóis, ou teclados de computador".
e hoje eu percebo o mundo de qualquer forma, pois não importa a forma, o que importa é percebê-lo.
seu cabelo.

2 comentários:

J. disse...

pessoas se emocionam.

Bárbara disse...

lindo texto! adorei seu blog. te linkei.