terça-feira, 23 de fevereiro de 2010

Pipa

Estou o pó da rabiola.
A namorada vai pra longe,
não posso cursar a faculdade que passei,
não trabalho, não estudo, não toco mais musica,
nem escrever eu sei mais.
Sou o pó da rabiola.

É sério, turminha.
Sou um cego em um tiroteio.

3 comentários:

culas disse...

Aqui em nossa pacata cidadela é difícil (ou quase impossível) encontrar pessoas com você, caro amigo.
Acho que não só aqui. No mundo.
Pessoas de bem, sábias e irmãs.
Nada acontece por acaso e tudo tem seu tempo. É clichê, mas acaba sendo verdade.
Qualquer coisa, dá um pulo na minha morada. Tenho um pote novo de cerol aqui.

Bonecos de Pano disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
(6) capreta disse...

culas ofereceu o cerol, te ofereço uma bengala.

beijos.