domingo, 6 de abril de 2008

Nos dias felizes me tranquei no meu quarto.
Nos dias tristes também.
Esse quarto guarda histórias monótonas, pois o que eu sempre esperei sempre estava pra acontecer e nunca acontecia.
E é essa inconstância poética que me mantém esperando.

Um comentário:

Taís disse...

http://youtube.com/watch?v=m5rs4CxxWKo&feature=related