quinta-feira, 6 de março de 2008

Já não sei o que pensar. Até ontem eu era um rapaz feliz, mas a noite passada me trouxe indagações que possuíam como única resposta um tormento, uma angústia. Ontem à noite eu só precisei de tudo aquilo que não me deram, e eu me senti sozinho. Precisei daquelas palavras reconfortantes que te fazem sentir um novo homem, pronto pra encarar o mundo no dia seguinte. Precisei que viessem me dizer que todas aquelas perguntas tinham uma resposta feliz, que daí eu poderia dormir tranquilo e me sentir com o coração bem aquecido.
Eu precisava só saber que tudo aquilo que eu pensei era mentira, saber que o mundo não estava prestes a explodir e que eu não teria que ficar angustiado pelo fato de que me senti sozinho e com uma tremenda dor no coração.
Mas tudo o que eu tive foi silêncio. Porém isso não importa, nada importa, nem essa espera angustiante que só possui um nada como resposta. Essa espera que me leva e busca, eu só queria que ela acabasse, que eu não tivesse que esperar. Nem que a resposta seja tudo o que eu não quero ouvir.

Um comentário:

culas disse...

Eu espero que você escute o que deseja. Afinal, sei que você merece escutar isso.